Time: 3:10
Quinta, 23 Outubro 2014 09:27

O comandante do 7º BPM (São Gonçalo), coronel Fernando Salema, divulgou nesta quarta-feira, através da internet, um vídeo onde pede calma à população de São Gonçalo, referindo-se à onda de boatos que a cidade enfrentou, quando comércio e escolas foram fechados, devido ao clima de insegurança nas ruas gerado pelos rumores.

 

No vídeo, divulgado em grupos do WhatsApp, o comandante do Batalhão de São Gonçalo tranquiliza os moradores da cidade e pede para que confirmem acontecimentos e acionem a Polícia Militar antes de sair reproduzindo informações que receberam.

 

“Gostaria de pedir à população de São Gonçalo para que todos tenham uma vida tranquila, que não acreditem nesses boatos e não compartilhem essas inverdades. Isso só traz insegurança e inquietação para toda a cidade. Confiem na polícia e nos avisem para que possamos confirmar o que está acontecendo”, pede o comandante Salema.

 

Boataria – Nesta quarta-feira, diversos comentários sobre ações criminosas em São Gonçalo foram divulgados e reproduzidos pelas redes sociais. A onda de boataria levou ao fechamento de escolas públicas e particulares, bem como de comércios em vários bairros do município.

 

Os moradores de São Gonçalo estão assustados depois dos confrontos na tarde da última terça-feira (21), quando traficantes de duas facções criminosas ameaçaram os moradores do Morro do Feijão, no Paraíso, e dos morros do Simão, Jurumenha e Bandeira, no Porto Velho, avisando que haveria mais um confronto entre os bandos.

 

Eles decretaram toque de recolher para impedir que moradores saíssem de casa e ordenaram o fechamento do comércio. À noite, houve intenso tiroteio entre traficantes.

 

O Fluminense

SG: Polícia Federal apreendem mais de R$ 6 milhões de traficante

SG: Reforço policial após novo confronto de facções

São Gonçalo: Tráfico decreta fechamento do comércio e ninguém nas ruas

SG: Suspeito de tráfico é morto durante operação

SG: Tiroteio deixa dois mortos e seis feridos no Centro

Dados colhidos a partir de 17/10/2011